Radio Mix

🇧🇷 Tetê Espíndola, sempre experimentando, nos ilude (trompe l’oeil) com uma gravação que parece ter uma orquestra inteira a suportando, mas nada ali é mais do que sua própria voz singular, sobreposta em diversos canais. Hamilton de Holanda, um dos maiores artistas da cena musical brasileira atualmente, também impressiona com a velocidade e precisão que toca seu bandolim. Faz até Jacob saltitar no céu. Tem também Sidnei de Oliveira, violeiro do interior de São Paulo, com uma belíssima composição. Um pulinho nos anos 80 com o Grupo Medusa e muito mais !

🇬🇧 Always experimenting, Tetê Espíndola tricks us (trompe l’oeil) with a recording that looks like an entire orchestra, but nothing there is more than her unique voice mixed in multiple channels. Hamilton de Holanda, one of biggest artists of current musical scene, also impresses with the speed he plays his mandolin. Makes even Jacob do Bandolim dance in heaven. There is also Sidnei de Oliveira, violeiro from São Paulo country side, with an outstanding composition. A fast visit to the 80s with Grupo Medusa and much more !

Read More

Anos 80 e outras coisas | The 80’s and others

🇧🇷 Guilherme Arantes é um dos colossais da MPB, teve suas famosíssimas canções gravadas por inúmeros cantores. Seu trabalho instrumental é raro mas põe em evidência o excelente compositor que ele é. Seu álbum de solos de piano não tem nada de ritmos brasileiros, nem o estilo “Anos 80” (largamente determinado pelo próprio Guilherme Arantes), é essencialmente New Age, elegante e merece atenção. Deliciosa também a parceria do Uakti (outro grupo de tendências New Age) com Túlio Mourão para uma moda de viola de Tavinho. E falando de viola (instrumento que adoramos no Brasil Abstrato), Roberto Corrêa nos esbanja “bunitêza” com um tema singelo e interiorano. Contrabalanceando tanta calmaria, Yamandu e Thiago Espírito Santo fazem um duo ligeiro de violão 7 cordas e baixo. Somado a Gismontada, do Duofel, te deixarão bem acordado. E já que falamos dos Anos 80, um dos melhores representantes instrumentais daquela sonoridade é o Cama de Gato, com um tema lindo e jovial de seu brilhante baixista, Arthur Maia.

🇬🇧 Guilherme Arantes is amongst the Brazilian Popular Music (MPB) colossus. Many famous singers recorded his songs. His pure instrumental works are rare but puts in evidence the excellent composer he is. His piano solo album has nothing about Brazilian rhythms nor the 80’s music style (widely determined by Guilherme Arantes himself), is essentially New Age, elegant and deserves our attention. Also tasty is the partnership between Tulio Mourão and Uakti (another group with New Age tendencies) for a viola theme by Tavinho Moura. And speaking about viola (an instrument that we love in Brasil Abstrato), Roberto Corrêa has it for us in a slow and melodic mazurca. On the other hand, Yamandu‘s 7 string acoustic guitar and Thiago Espírito Santo‘s bass make it all fast again. Add it up to Duofel‘s Gismontada to keep you up and running. And since we cited the 80’s, we bring Cama de Gato as one the best instrumental representatives of that picturesque sound style, featuring a sticky and lively theme by their brilliant bass player, Arthur Maia.

Read More